Muitos Bruxos ficam na dúvida quando chega na hora de cuidar do seu caldeirão, viso enfatizar que esse texto foi feito para o caldeirão de ferro fundido, ou panela de ferro fundido (panela mineira), não deve ser aplicado a caldeirões de barro ou outros materiais, como estanho, cobre alúminio etc... É muito importante você perguntar o material ao vendedor na hora da compra, pois alguns materiais como o estanho expostos a altas temperatura podem derreter. Sim derreter, imagina você lá com um feitiço em que deve colocar fogo no caldeirão e vê o mesmo se desmantelar em pedacinhos na sua frente.. nada agradável não é mesmo?


O melhor caldeirão é mesmo o de ferro com ele você pode realizar inúmeras magias na cozinha, usando seu caldeirão para cozinhar, fazer chás, poções, banhos, e colocar fogo dentro do mesmo também porque não? Sempre que você fizer alguma magia que envolva colocar fogo no caldeirão utilize álcool 96% ou 100%, você pode encontrá-lo em farmácias de manipulação (mais caro), em pequenos ármazens, e talvez em supermercados, mas nunca encontrei nos supermercados grandes que temos aqui em Porto Alegre, nesses só encontramos o álcool de limpeza hidratado, que demora pra pegar fogo no inverno e fica com muito resto de água no caldeirão, o que não é nada legal. Dependendo do que você for fazer pode usar vodka também.

Nunca utilize produtos químicos diversos para fazer o conhecido "fogo verde" no caldeirão que você pretende ainda utilizar pra cozinhar alimentos, alguns produtos são altamente cancerígenos e podem ter uma reação quimica com o ferro nada agradável. se você quizer fazer "foguinho colorido" utilize uma panela vela ou um caldeirão que será usado somente para isso, e mesmo assim tenha muito cuidado para que ninguém utilize ele para outros fins.

Nunca esqueça de limpar seu caldeirão ao término de qualquer ritual (depois que ele esfriar claro) do contrário seu caldeirão pode enferrujar, algumas ervas como o alecrim e o cravo liberam alguns óleos essenciais na queima que mancham o fundo do caldeirão, uma boa lavada resolve isso.


A panela de ferro ou a comida feita dentro do caldeirão, ela é mais rica em ferro e pode auxiliar na alimentação e nutrição de pessoas com anemia, mas cuidado, pois excesso de ferro no organismo pode fazer mal a saúde, preparar um prato do cardápio nessa panela ao dia já é o suficiente.


NÃO DEIXE SEU CALDEIRÃO ENFERRUJAR!!

Mais inevitavelmente isso pode acontecer, principalmente aqui no Rio Grande do Sul, quando no inverno temos muita umidade no ar. então vamos ao passo a passo para cuidar desse bem tão precioso de uma bruxa.

  • Após sujar a panela lave-a bem com água e sabão (ou detergente) assim como lavaria qualquer panela normal.

  • Agora aqui esta o segredo: depois de lavar a panela sempre seque ela no fogo do fogão (ou fogueira) pois assim evita que fique qualquer umidade na panela deixando ela totalmente seca, algo que as vezes não é possivel secando apenas com um pano limpo.  Na hora de escolher seu caldeirão, você não precisa optar por nada exagerado e enorme, algo de um bom tamanho e que caiba sobre o seu fogão já esta bom. Pois obviamente você vai usá-la para cozinhar.


A panela de ferro demora mais para esquentar do que a de alúminio, e também demora mais pra esfriar, mantendo a comida que esta dentro quente por mais tempo.

Cuidado na hora de guardar, utilize luvas ou um pegador de panela para não se queimar, opte pelos caldeirões com alça, isso vai ser importante na hora de tirar o caldeirão de uma fogueira ou do fogão.

Também opte por caldeirões com tampa, são mais caros mas valem o preço, assim você não junta sujeira no seu interior quando não estiver sendo usado e também tem como se proteger daquela comida agitada que fica espirrando pra todos os lados. (polenta fica uma delícia aí)





ENFERRUJOU E AGORA?
  • Se o seu caldeirão enferrujar, paciência, em alguns casos ainda existe salvação, em outros em que ele já esta até furado, aí já era... serve só pra vaso de planta e ainda olhe lá.

Pra quem não conhece ferrugem, segue o exemplo acima, o caldeirão fica com uma cor marrom e com um cheiro bem forte de ferro. (é bom cheirar com frequência seu caldeirão, antes de usá-lo, assim você verifica se ele não esta enferrujado ou se não ficou com resquícios de feitiços anteriores (cheiro de alecrim de rosas... louro etc... ))

Para salvar:
  • Lave ele em muita água corrente e utilize o esfregão de aço (esponja de aço) até não ver nada de marrom dentro dele, caso você tenha esquecido algo úmido lá dentro por muito tempo, ou no seu exterior caso o clima esteja úmido. Aqui no sul é bom secá-lo no fogão de tempos em tempos para que ele não acumule umidade, uma silica (aquelas bolinhas pra secar o sapato) próxima dele também ajuda a proteger o coitadinho e indefeso caldeirão.


A ferrujem é algo perverso, se você não tirar direitinho logo logo a manchinha cresce e seu caldeirão logo logo esta infestado e doente novamente.

*Editado* O VINAGRE! Pessoal, recentemente ganhei um caldeirão de presente muito enferrujado, ele ficou muito tempo exposto ao ar livre, ele foi usado como vaso de plantas, então a ferrugem dele estava em estado bem crítico, mas ele era de um ferro fundido grosso de boa qualidade então não estava furado. Depois de muito esfregar com a esponja de aço, e até com uma lixadeira elétrica, descobri na internet que é possível limpar com vinagre. Não botei muita fé no vinagre, mas logo ao colocar o vinagre no fundo dele a ferrugem já começou a sair facilmente, esfreguei bastante com a palha de aço, e depois sequei no fogão então passei óleo quente, e "voilá"! Como novo. Acho que seria possível cozinhar nele, mas vou usar ele para feitiços mais ligados ao fogo e o meu outro uso para cozinhar. Então se o seu caldeirão não estiver furado ainda tem salvação!  *Editado*

Para evitar isso, segue um segredinho que usei e deixou ele como novo!
  • Depois de bem limpo e sem sinal algum de ferrugem, seque ele no fogão, depois do caldeirão esfriar um pouco derrame um pouco de azeite de oliva no seu interior, e unte o caldeirão todo com o mesmo.

A nível de curiosidade prefiro azeite de oliva, do que óleo de cozinha, pois é um azeite sagrado e usado para ungir muitos intrumentos ritualísticos sagrados em diversas religiões. Além da Oliveira ter sido uma árvore considerada sagrada em diversas culturas como a grega, a romana, e a egípcia. Claro que o azeite consagrado, serviria também para consagrar e "batizar" o caldeirão no seu primeiro uso, derivando daí uma excelente consagração do mesmo.

Há e claro! não esqueça... Colher de pau, de madeira, sempre, não queremos nenhum caldeirão arranhado não é mesmo?



Boa Sorte! e Bons Feitiços!!!

Que Seu caldeirão dure muitos e muitos anos!!!




Blessed Be!

4 comentários:

Domitila Medeiros disse...

ótimo post! amei!

Domitila Medeiros disse...

ótimo post! amei!

lleon cunha disse...

Oii moça, qual é o seu email? Sou de Porto Alegre também :)

lleon cunha disse...

Oii moça, qual é o seu email? Sou de Porto Alegre também :)

Postar um comentário